Transportamos cerca de 700 mil passageiros por dia útil. Cada um com uma história para contar. Conheça algumas delas.

  • Claudia Martins

    Quando eu trabalhei nas Olimpíadas e Paralimpíadas de 2016, o trem era sempre o mais rápido e melhor meio para chegar ao meu destino.

    leia.
  • Taiana Ribeiro

    Chegaram até a me apelidar de "Miss SuperVia".

    leia.
  • Diego Rodrigues

    No dia 06 de fevereiro de 2017, com quase 26 anos de idade, eu resolvi andar de trem pela primeira vez.

    leia.
  • Bruna Ribeiro

    Gostaria de agradecer a SurpeVia porque foi no trem que conheci meu grande amor.

    leia.
  • Selminha Sorriso

    Tenho lembranças maravilhosas de quando eu pegava o trem em Campo Grande pra Madureira, bairro do meu querido Império-Serrano.

    leia.
  • Jeferson Nogueira

    Me aproximei na intenção de conhecê-la e descobri que existia um grupo que viaja todo dia no mesmo horário e no penúltimo vagão.

    leia.
  • Rafaela Almeida

    Graças a SuperVia, conheci o homem da minha vida.

    leia.
  • Ítala Silva

    Acabei dando a luz na estação Nova Iguaçu. Ali eu vi minha felicidade chegar.

    leia.
  • Julia Fieschi

    Deixei o carro em casa e estou indo de trem.

    leia.
  • Raíssa Almeida

    Graças aos trens posso ver meu namorado com mais facilidade e rapidez.

    leia.
  • Carla Jane

    Valeu a pena ir de trem.

    leia.
  • Ivana Rezende

    Encontrei um fornecedor em Bangu, e como moro em Santa Teresa, acaba sendo muito mais prático ir de trem.

    leia.
  • Patrícia Eurico

    Conheci minha amiga Esther dentro do trem de Belford Roxo.

    leia.
  • Josiane Oliveira dos Santos Vieira

    Passei a ter um carinho muito grande pelos trens, em especial o Alstom.

    leia.
  • Filipe de Sousa Anacleto

    A ferrovia sempre me proporcionou excelentes momentos e é sempre um prazer andar de trem.

    leia.
  • Silvana Batista

    Agradeço ao "trem" por essa irmã que ele me deu.

    leia.
  • Carolinne de Morais Gonçalves

    O trem já me proporcionou bons momentos.

    leia.
  • Marcelo Ivanovitch

    O trem é um espaço onde se vê de tudo, quase sempre com a possibilidade de interação.

    leia.
  • Nicolas Avelino

    Eu moro na Ilha do Governador e minha namorada mora em Campo Grande.

    leia.
  • João de Oliveira

    Eu tenho 84 anos e até hoje viajo de trem.

    leia.
  • Diogo Joia

    Eu tenho muitas histórias para contar. Posso mencionar que já fiz boas amizades por causa das minhas viagens de trem.

    leia.
  • Vinicius dos Santos

    Era um final de ano, eu era estagiário e estava indo pra Copacabana.

    leia.
  • André Santos

    Esse ano, pela primeira vez, fui no Trem do Samba com uns amigos do trabalho.

    leia.
  • Márcio Vilas Boas

    A gente mora em Campo Grande.

    leia.

Cada passageiro tem uma história. E a história deles faz parte da nossa e a nossa história faz parte da deles.

Com mais de 270km de linha de trem, somos o maior transporte sobre trilhos do Rio de Janeiro.

São mais de 100 estações, sendo que 21 foram reformadas nos últimos cinco anos. E mais de 1.000 viagens por dia, 95% delas já feitas em trens com ar-condicionado.

Isso é só parte do grande desafio de transportar em média 700 mil passageiros por dia. Cada um com uma história pra contar.

Os passageiros contam suas histórias. Assista.

  • item 0

A SuperVia também tem muito pra contar.
Aperte o play e confira.

Com vocês, o Repórter do Trem:

Nossa gente conta a sua história.

Baixe aqui o e-book.

Compartilhe

Gostou do conteúdo desta página?
Compartilhe com seus amigos.